segunda-feira, 25 de maio de 2009

Farroupilha 2 x 1 14 de Julho

Como em 2008, o Grêmio Atlético Farroupilha saiu vitorioso em sua última rodada da Segundona gaúcha de profissionais. E, também a exemplo de 2008, desclassificou uma equipe que chegou esperançosa ao Nicolau Fico. Com 13 jogos e apenas uma vitória no campeonato, o Fantasma foi logo pra cima da equipe de Livramento. A necessidade de uma vitória tornou-se ainda maior pelo fato de o Farroupilha não ter vencido nenhuma partida em seu domínio. Sendo assim, logo aos 12 minutos, Gil recebeu bom passe de Manga e tocou na saída do goleiro para abrir o placar. O 14 de Julho não se entregou e buscou o empate aos 36 minutos, com Enzo. Ainda no primeiro tempo, o tricolor teve a chance de fazer o segundo gol. Após cobrança de falta, Nélson desviou de cabeça, mas o goleiro Angelo fez grande defesa. O primeiro tempo acabou com o placar igual.
_
Na segunda etapa, aos 14 e aos 15 minutos o Farroupilha teve duas oportunidades claras. Primeiro com Magno Chimbinha, que obrigou Angelo a fazer outra boa defesa. Depois, com Gil, que acabou chutando para fora. Em boa jogada pela direita, o 14 de Julho levou perigo ao gol de Fernando, aos 30 minutos. E o alívio só veio aos 41 minutos. Bola pra área, Manga errou o chute, mas acabou dando um passe perfeito pra Magno Chimbinha, que deslocou o goleiro e deu números finais ao jogo: Farroupilha 2 a 1. Foi o 11º gol do Fantasma na competição, do camisa 9 tricolor. Para o técnico Paulo César Leal, o grupo conseguiu mostrar qualidade, mesmo com as dificuldades enfrentadas ao longo da competição. "Foi mais um jogo complicado, mas conseguimos a primeira vitória em casa. Pura superação. Temos que agradecer aos torcedores do Fantasma, que mesmo com o time desclassificado vieram até o estádio e nos apoiaram o tempo todo", completou. Com duas vitórias e cinco empates em 14 jogos, o Farroupilha se despediu da Segundona de 2009 na última posição da chave, mas de cabeça erguida e com uma vitória importante para a moral do grupo.
_
Confira os gols da primeira vitória do Farroupilha no Nicolau Fico:
_
video
_
*Fotos - Gabriel Xavier
*Imagens - Andrew Falchi / Roberto Witter (TV UCPel)

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Guarany 2 x 0 Farroupilha

A derrota para o Guarany acabou com as chances do Grêmio Atlético Farroupilha de seguir em frente na competição deste ano. A equipe do técnico Paulo César Leal começou bem. Teve até um pênalti a seu favor, desperdiçado por Élton Corrêa, aos nove minutos. A boa cobrança foi para nas mãos do experiente goleiro Cássio, que segurou firme. Dois minutos depois, Élton teve que sair, lesionado. O primeiro gol da equipe da casa saiu aos 48 minutos da primeira etapa. Alexandre, de pênalti, marcou para o Guarany. Na segunda etapa, aos 28 minutos, Alexandre entrou na área do tricolor com a bola dominada e tocou para Alê Menezes, sem marcação, que só empurrou a bola pro fundo do gol. Guarany 2 a 0. Aos 41 minutos o Guarany ainda teve um gol anulado, do zagueiro Teda, completamente impedido. E ficou mesmo nisso. Fim de jogo, fim do sonho e fim pré-maturo de campeonato para o Farroupilha. Em uma temporada que já começou do avesso, com a troca no comando técnico, o atraso para a apresentação dos jogadores, a falta de preparo pré-campeonato e tudo mais, o Farroupilha fica de fora da segunda fase. Faltou sorte. Faltou organização. Mas não faltou vontade e empenho. Parabéns aos tricolores, que mesmo contra todas as adversidades lutaram até o final. Final este que será no domingo, contra o 14 de Julho, no Nicolau Fico. O jogo começa às 15h.
_
Foto: Site oficial do Guarany Futebol Clube

Caturrita complica

Agora só seis pontos interessam ao Farroupilha. Uma vitória fora contra o Guarany e outra em casa diante do 14 de Julho, podem colocar o tricolor na segunda fase da Segundona. O 3 a 2 pró-São Paulo, contra o Flamengo, em Alegrete, obriga que se dê uma difícil combinação de resultados. O São Paulo deverá perder os dois jogos restantes: Pelotas (fora) e Guarany (casa). O time do Fragata precisará vencer os dois compromissos. E o 14 poderá empatar mais um e como enfrenta o tricolor na última rodada, obviamente deverá perder.
_
Colaborou: Renan Turra Silva
Arte: André Barcellos

Matemática tricolor

A primeira vitória do Farroupilha na Segundona mantém vivo o sonho tricolor de avançar para a segunda fase da competição. Para isso, o time de PC precisa vencer os dois jogos que restam, ou... Confira abaixo:
_
17/05/2009 - 15:30 - Guarany x Farroupilha
24/05/2009 - 15:30 - Farroupilha x 14 de Julho
_
Os dois jogos acima são os únicos que o Farroupilha ainda terá nesta primeira fase. Para continuar a análise, vejamos a classificação:
_
Com apenas 8 pontos, o Farroupilha brigará apenas pela sexta vaga. Três times estão na disputa, como é possível ver na imagem: 14 de Julho, São Paulo e Farroupilha. A vantagem, teoricamente, é do São Paulo, com um jogo a menos que seus concorrentes.
_
Veja quais são os confrontos dos adversários do Fantasma:
_
13/05/2009 - 19:00 - Flamengo x São Paulo
17/05/2009 - 15:30 - Pelotas x São Paulo
24/05/2009 - 15:30 - São Paulo x Guarany
17/05/2009 - 15:30 - 14 de Julho x Flamengo
24/05/2009 - 15:30 - Farroupilha x 14 de Julho
_
Para fazer a análise de como o Farroupilha pode se classificar, começamos pelo time de Livramento, que tem os mesmos 12 jogos do tricolor. Está marcado para o dia 24, um confronto entre os até então inimigos diretos pela sexta vaga, 14 e Farroupilha. O time de Pelotas joga em casa. Desnecessário dizer que só a vitória interessa ao tricolor. Para superar o time da fronteira na classificação, a equipe de PC precisará ainda fazer mais um ponto. E a única possilidade será empatando, no mínimo, com o Guarany.
_
A matemática dos 4 pontos, exposta acima, é a seguinte: O Farroupilha deve vencer o 14 na última rodada e empatar com o Guarany fora de casa. O time de Livramento deverá perder seu próximo jogo, contra o Flamengo. O São Paulo, por sua vez, poderá ter apenas um empate e perder os outros dois. Assim, os pelotenses chegariam aos 12 pontos, o 14 ficaria com um a menos e o São Paulo também ficaria com 11.
_
A outra hipótese são os seis pontos nos últimos dois jogos. Duas vitórias que levariam o time pelotense aos 14 pontos. Caso vença o Flamengo, o 14 de Julho chegará à mesma pontuação do tricolor e ficará com uma vitória a mais que o Fanstama, eliminando assim o time do Fragata. Portanto, o 14 não pode mais vencer nesta Segundona.
_
Seguindo na matemática dos seis pontos, voltamos ao São Paulo. Este poderá vencer apenas mais um jogo e nos outros dois deverá perder. Caso contrário, o Farroupilha estará eliminado.
_
Colaborou: Renan Turra Silva
Imagem: Futebol na Rede

segunda-feira, 11 de maio de 2009

São Paulo 1 x 3 Farroupilha

Finalmente! Foi em Rio Grande, na casa do adversário. Foi contra o São Paulo que venceu o Fantasma em Pelotas, no primeiro turno. Foi abaixo de dificuldades. Mas foi! O Farroupilha venceu a primeira partida na segundona e em 2009. A partida foi contra o Leão da Linha do Parque, o São Paulo, no estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande. É, a vitória veio, mas o jogo não foi fácil, não. Tanto que nos primeiros lances de perigo, o São Paulo assustou e já saiu marcando com Tainã, aos nove minutos. Sem vencer a cinco jogos, o São Paulo viu o gol como um alívio, e acabou se desconcentrando em campo. Na segunda etapa, o Farroupilha voltou com três atacantes. A entrada do garoto Welton deu maior velocidade ao ataque tricolor. Aos 18 minutos, Tiago Boiadeiro cruzou a bola para Élton Corrêa, que mandou de cabeça pro fundo do gol. Em grande fase, Boiadeiro, aos 38 minutos, marcou o segundo. Pra completar o placar e sacramentar a vitória do Grêmio Atlético Farroupilha em solo rio-grandino, Benhur mandou a bola pras redes, após grande jogada de Paulo Santos. Com 3 a 1 no placar, o jogo acabou, deixando o Fantasma ainda com chances de classificação. A vitória tricolor teve ainda mais importância devido aos desfalques da equipe, igualmente importantes. O Farroupilha jogou sem Michel Gomes, Magno Chimbinha, Manga e Evandro. Todos cumpriram suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Agora a tarefa do tricolor é vencer o Guarany de Bagé, em Bagé. Na última rodada, o Farroupilha enfrenta o 14 de Julho de Livramento, no Nicolau Fico, em Pelotas.
_
Foto: Carlos Insaurriaga

Boiadeiro no ataque

Na partida diante do São Paulo, no domingo, às onze horas da manhã, o Farroupilha deve começar com Tiago Boiadeiro no time titular. O atleta vem se destacando nas partidas do tricolor. Tiago integrou o grupo do Farroupilha em 2008. Contra o Riograndense de Santa Maria, na última rodada do campeonato, marcou o seu primeiro gol como profissional. Em 2009, contra o Pelotas, marcou novamente. Na última partida, diante do Flamengo, foi de grande importância para o tricolor. Foi de Tiago a grande jogada e o cruzamento para o gol de Michel Gomes. Depois, Boiadeiro ainda teve tempo para sofrer o pênalti junto com Magno Chimbinha (foto). Para enfrentar o Leão do Parque, no Aldo Dapuzzo, Tiago Boiadeiro é uma das armas do tricolor. O resultado negativo para o Fantasma foi a vitória do Guarany de Bagé, em Alegrete, sobre o Flamengo. Vencendo o São Paulo - adversário direto pela vaga - em Rio Grande, o Farroupilha mantém chances de classificação.
_
*Foto - Gabriel Xavier

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Farroupilha 2 x 2 Flamengo

Mais uma vez o Grêmio Atlético Farroupilha fez uma boa apresentação, mas não conseguiu o placar desejado. Em um jogo movimentado, Farroupilha e Flamengo de Alegrete acabaram na igualdade. Foi a equipe visitante quem tomou atitude e saiu na frente. Uma boa jogada resultou no gol de Itamar.
O Fantasma buscou o resultado em um jogo que teve grande atuação de Tiago Boiadeiro. Já na segunda etapa, ele partiu pela direita, passou pelos adversários e cruzou para Michel Gomes, que chutou para o gol e deixou o placar igual. A alegria do tricolor durou pouco. Claudinho cobrou escanteio, a zaga afastou, mas a bola sobrou para Alisson Baiano, que, num belo chute,
colocou a equipe rubro-negra em vantagem. Sem se abater, o Farroupilha seguiu no ataque. Após cruzamento na área, Magno Chimbinha e Tiago Boiadeiro foram derrubados na área. Mesmo sem saber em qual lance o juiz marcou pênalti, foi - definitivamente - pênalti. Nas fotos é possível ver claramente o momento em que os atletas são puxados dentro da área. Na cobrança, Magno cobrou bem e deixou tudo igual novamente. Depois disso, até o fim do jogo só houve lances sem muita efetividade. O placar ficou mesmo no 2 a 2. Ainda amargando a última posição do grupo, o Farroupilha vai a Rio Grande tentar a vitória contra o São Paulo para manter chances de classificação. Tarefa difícil, mas não impossível. Em má fase, a equipe rio-grandina também busca a vitória. A expectativa é de um jogo aberto e com muitas chances. A partida é no estádio Aldo Dapuzzo, no domingo, às onze horas da manhã.
_
Confira os gols do empate entre Farroupilha e Flamengo.
_
video

*Imagens - Bruno Bohm (TV UCPel) / *Fotos - Gabriel Xavier