sábado, 31 de maio de 2008

Duelo em Santa Cruz

Grêmio Atlético Farroupilha e Esporte Clube Avenida se enfrentam neste domingo no estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul. O tricolor já está na cidade desde a última terça-feira, quando fez a concentração para o jogo contra o Guarani de Venâncio Aires. O jogo - que seria na quarta-feira - passou para quinta, devido às condições do gramado. Depois do jogo, o Fantasma retornou para Santa Cruz, onde permanece até o momento para enfrentar o Avenida. O técnico Alberi Rodrigues comandou os treinos na cidade. Para o duelo contra a equipe alvi-verde o tricolor não poderá contar com o lateral-esquerdo Igor (foto), que levou o terceiro cartão amarelo. Manga, destaque do clássico Far-Pel, está apto para voltar ao time depois de cumprir suspensão em Venâncio. É provável que o atacante comece no banco e entre no decorrer da partida. O time que enfrenta o Avenida deve ser praticamente o mesmo que empatou contra o Guarani na quinta-feira. Praticamente, porque Gil deve voltar à lateral direita. Flavinho retorna ao meio-campo, e Otávio será o lateral-esquerdo no lugar de Igor. Para o Farroupilha, é importante trazer os três pontos de Santa Cruz. O empate contra o Guarani foi visto com bons olhos pela comissão técnica. Contra o Avenida, a disputa direta pela classificação reflete na promessa de uma grande partida.
_
No primeiro turno da segunda fase, Farroupilha e Avenida ficaram no 1 a 1, no estádio Nicolau Fico, em Pelotas. O gol tricolor foi marcado por Brochi, após jogada individual. A equipe de Santa Cruz chegou ao empate no finalzinho do jogo, com D'Angelo. O Avenida ocupa a 5ª colocação na tabela, com 13 pontos. O Fantasma vem logo depois, em 6º, com nove, a apenas quatro pontos da zona de classificação. O jogo entre Avenida e Farroupilha, em Santa Cruz, começa às 15h.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Guarani 0 x 0 Farroupilha

29.05 - Guarani 0 x 0 Farroupilha
_
Mesmo sem o gramado em perfeitas condições, desta vez o jogo saiu. Guarani e Farroupilha ficaram no zero a zero em Venâncio Aires, na noite fria desta quinta-feira. O Fantasma foi retraído no primeiro tempo, e teve poucas chances de marcar. O Guarani, jogando em casa, foi mais vezes ao ataque, mas parou na defensiva tricolor. Na segunda etapa, melhor postado em campo, o Farroupilha teve bons lances com o atacante Matão (foto) e com Élton Corrêa. O Guarani, por sua vez, colocou três bolas na trave. Fernando foi elogiado pelas rádios de Pelotas por ter sido seguro nas defesas e foi apontado como um dos principais responsáveis pelo empate. Mesmo com os resultados adversos na rodada, o empate na capital nacional do chimarrão acabou sendo satisfatório. O técnico Alberi Rodrigues disse que queria pontuar nas duas partidas, e trazer quatro pontos das partidas longe do Nicolau Fico. O primeiro passo foi dado com o ponto conseguido em Venâncio Aires. Agora, diante do Avenida, em Santa Cruz, o tricolor vai para cima com o objetivo de pontuar novamente, mas - desta vez - em busca dos três pontos.
_
Faltando cinco jogos para o final da segunda fase, o tricolor ainda faz três partidas no Nicolau Fico e uma fora, contra o São Gabriel. Nas contas do Fantasma, 12 pontos são o suficiente para a classificação. O primeiro ponto foi conseguido contra o Guarani. Foi a segunda vez no campeonato em que uma partida do tricolor acabou sem gols. A primeira foi contra o Bagé, na primeira fase. Mais uma vez os cartões amarelos foram o problema dos comandados de Alberi Rodrigues. Foram cinco no total. Igor levou o terceiro amarelo e cumpre suspensão contra o Avenida. Vágson e Luis Fernando levaram cartão por reclamação e estão pendurados. A boa notícia é que Manga está de volta. O atleta destaque do Far-Pel cumpriu suspensão na partida deste fim de semana e está apto para o jogo do próximo domingo. A delegação do Grêmio Atlético Farroupilha não volta a Pelotas depois da partida de hoje. De Venâncio Aires, o time segue para Santa Cruz do Sul, onde esteve hospedado pelos últimos dois dias, e onde deve ficar até domingo. A partida diante do Avenida, no estádio dos Eucaliptos, no domingo, será às 15h.
_
Clique aqui para conferir a classificação da Segundona Gaúcha.
_
__
*Fotos: Rui Borgmann
Jornal Folha do Mate - Venâncio Aires

Jogo transferido

Em uma decisão conjunta, Guarani e Farroupilha transferiram o jogo desta quarta-feira para hoje à noite. As fortes chuvas que caíram durante todo o dia na cidade de Venâncio Aires impossibilitaram a realização da partida entre as duas equipes no estádio Edmundo Feix. O Farroupilha realizou treino leve em um ginásio de Santa Cruz do Sul. Hoje a equipe vai para Venâncio Aires enfrentar o Guarani, depois retorna para Santa Cruz, onde fica até domingo, para o confronto diante do Avenida. Os resultados de ontem aumentaram a importância da partida de hoje. O líder São Paulo ratificou a primeira posição com vitória por 3 a 2 sobre o São Gabriel, na casa do adversário. Quem também se deu bem fora de casa foi o Riograndense de Santa Maria. A vitória sobre o Rio Grande, em Rio Grande, por 2 a 0, foi a surpresa da rodada. Em Pelotas, o Pelotas bateu o Avenida por 1 a 0, e se manteve na 2ª colocação. O Farroupilha ainda é o 6º colocado e não sobe de posição nesta rodada, mesmo vencendo o Guarani. De qualquer forma, pontuar em Venâncio é imprescindível para as ambições tricolores de chegar ao G-4. Farroupilha e Guarani de Venâncio Aires se enfrentam às 19h30 no estádio Edmundo Feix.
_
NETO
_
O contrato do zagueiro Neto acaba no sábado, dia 31 de maio. Tendo em vista que a delegação tricolor não volta de Santa Cruz para Pelotas até a próxima partida - no domingo - a direção do Fantasma já providenciou que o novo contrato chegue até o atleta para que seja formalizado um novo período. Com o contrato assinado, Neto poderá atuar contra o Avenida, dia 1º de junho.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Tricolor quer pontuar

O Grêmio Atlético Farroupilha tem hoje o seu primeiro compromisso fora de casa no segundo turno da segunda fase. O tricolor vai a Venâncio Aires enfrentar o Guarani, no estádio Edmundo Feix. Será um dos compromissos mais importantes e complicados do Fantasma. A idéia é pontuar nas duas partidas fora de casa. Hoje em Venâncio, e domingo em Santa Cruz, contra o Avenida. O Guarani - time de melhor ataque da chave - está na quarta colocação, com 12 pontos - quatro a mais que o Farroupilha. Com uma vitória hoje, o tricolor pode ir para a quinta posição na tabela, se aproximando do G-4. O time titular estará praticamente todo em campo hoje à noite. Praticamente, porque Manga cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo, e André Bagé ainda não se recuperou da lesão sofrida no clássico Far-Pel. Neto e Guilherme formam a dupla de zaga, enquanto Matão deverá ficar isolado no ataque. Alberi Rodrigues pretende mandar o time a campo no esquema 4-5-1. O Fantasma deve começar com: Fernando; Flavinho, Neto, Guilherme e Otávio; Luis Fernando, Vágson, Élton Corrêa, Uendel e Igor; Matão. No último domingo foi a primeira vez que o zagueiro Neto conseguiu jogar os 90 minutos depois da lesão contra o 14 de Julho, em março. O jogador foi bem na marcação e evitou vários chutes dos atacantes do Pelotas. O time viajou ontem para Santa Cruz, onde fica concentrado até a tarde de hoje. O jogo entre Farroupilha e Guarani de Venâncio Aires começa às 19h30.
_
_
Foto: José Pacheco

terça-feira, 27 de maio de 2008

Fantasminhas de ouro

Antes do Far-Pel de domingo, os pequenos tricolores das categorias mirim e iniciação foram aclamados pela torcida do Farroupilha. Eles deram a volta olímpica no estádio General Nicolau Fico empunhando o troféu do bi-campeonato do Grêmio Atlético Farroupilha em um torneio disputado em homenagem aos 75 anos do Clube Esportivo Alvi-Rubro, de Gravataí. Na categoria mirim, com três vitórias e um empate, os pequenos foram campeões após vencer o Genoma Colorado de Passo Fundo, por 4 a 1 na final. O Farroupilha também teve o goleador da competição, e o goleiro menos vazado. Em 2007, o Fantasma já havia sido campeão na mesma categoria. Na final do ano passado, também em Gravataí, a vitória foi sobre o Paraná. Na categoria iniciação, em 2008, o tricolor ficou com a terceira posição.
_
_
A categoria de base do Farroupilha vem se destacando no estado pelos resultados obtidos nas competições que disputa. Parabéns aos Fantasminhas e sua comissão técnica! Parabéns à diretoria do clube e às famílias de todos os nossos meninos de ouro!
_
Grêmio Atlético Farroupilha
Categoria Mirim
Bi-Campeão em Gravataí!
_
_
*Fotos: Gabriel Souza Xavier

domingo, 25 de maio de 2008

Farroupilha 1 x 1 Pelotas

25.05 - Farroupilha 1 x 1 Pelotas

A história se repetiu no Nicolau Fico. A exemplo do jogo realizado no primeiro turno, Farroupilha e Pelotas ficaram novamente na igualdade. O Pelotas começou melhor e foi ao ataque com força. A defensiva tricolor conseguiu - com muita dificuldade - parar as investidas áureo-cerúleas. Ainda no primeiro tempo o Farroupilha começou a gostar do jogo e tentou ir para cima, mas sem muito perigo. André Bagé, voltando de suspensão, sentiu a perna em lance de disputa de bola, e deu lugar a Fábio Alemão. A chuva que começou no meio da primeira etapa animou ainda mais as torcidas, que fizeram uma bonita festa no estádio. E foi justamente debaixo de muita chuva, que o placar foi aberto. Aos 44 minutos, Rodrigo Gasolina chutou a bola na marcação duas vezes, até ela sobrar para Marcos Tora. Ele chutou forte e o goleiro Fernando não conseguiu segurar. No rebote, Santiago marcou para o Pelotas. Não deu tempo para mais nada na primeira etapa.
_
Na volta para o segundo tempo, o Farroupilha mudou sua postura. Os ataques tricolores foram mais incisivos. O Pelotas assustou, mas parou nas defesas de Fernando e na zaga, formada por Neto e Schumacher. Tiago Boiadeiro entrou no lugar de Igor e deu maior movimentação ao time. O atacante teve boa participação em jogadas de ataque tricolor, muitas - inclusive - criadas por ele. Pouco antes dos 30 minutos do segundo tempo, Manga - o melhor jogador em campo - mais uma vez aplicou seus dribles curtos nos zagueiros adversários. Ele passou de viagem pela zaga do Pelotas e quase marcou. Para um jogador experiente como Manga, o "quase" não é o bastante. Então, após bom passe de Boiadeiro, Flavinho cruzou a bola para o desvio preciso dele: Manga. Uma grande atuação, coroada com um gol importante, aos 35 minutos da etapa final. O tricolor ainda teve fôlego para chegar com perigo depois de um chute de longe de Vágson. Mas o jogo ficou mesmo na igualdade.
_
O técnico Alberi Rodrigues no fim da partida salientou a força do elenco tricolor. "É isso o que nós queremos fazer. Fazer com que comecem a respeitar esse time. O Farroupilha não é coitadinho de ninguém. Em relação aos desfalques, nós não tivemos onze jogadores nos dois clássicos, e mesmo assim conseguimos jogar de igual pra igual", afirmou. O zagueiro Neto conseguiu atuar 90 minutos pela primeira vez depois de sua lesão, na primeira partida do segundo turno da primeira fase. Vágson teve mais uma vez muita força na marcação. Em um dos últimos lances da partida, o atleta colocou o corpo a frente da bola, para interceptar um chute de Marcos Tora, e vibrou muito. Schumacher também foi um guerreiro, tirando como pôde as bolas da área tricolor. O Farroupilha vai com o time reforçado para Venâncio Aires. Luis Fernando, Guilherme e Élton Corrêa voltam ao time depois de cumprirem suspensão. No departamento médico, a boa notícia é que o goleiro Fabrício está tendo uma rápida recuperação da cirurgia, e já está caminhando sem o auxílio das muletas. "É claro que é devagar, mas já nesta semana vou poder correr", contou o goleiro.
_
CLASSIFICAÇÃO
_
O empate não foi bom para o Fantasma, mas não foi um resultado desastroso. Mesmo somando apenas um ponto, o Farroupilha subiu na tabela e agora ocupa a 6ª colocação, com 8 pontos. São Gabriel e Rio Grande estão atrás do tricolor. O Fantasma está a apenas 4 pontos da zona de classificação. A liderança da chave é do São Paulo de Rio Grande, com 14 pontos.
_
Confira os gols do empate:
_
video
_
Caso o vídeo não reproduza, clique aqui para vê-lo no Youtube.
_
GRÊMIO ATLÉTICO FARROUPILHA E CDL
_

Conforme já havia sido anunciado neste blog, ontem começou a divulgação da 16ª edição da Feira Nacional do Doce. Em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), os três clubes de futebol profissional da cidade vão ter um estande cada um para comercializar seus produtos. A corte da Fenadoce esteve presente no estádio General Nicolau Fico neste domingo para divulgar a Feira. A rainha Gabriele Betin da Rocha e as princesas Rafaela Fernandes Machado e Charlene Macedo Quadrado deram o pontapé inicial na partida. A 16ª edição da Fenadoce começa no dia 04 de junho e vai até o dia 22 do mesmo mês, no Centro de Eventos. O estande do Grêmio Atlético Farroupilha, assim como os estandes da dupla Bra-Pel, ficará localizado próximo à área do já tradicional MotorShow.
_
_
Fotos:
Rubilar Afonso
Gabriel Souza Xavier*

Ausências no clássico

Alberi Rodrigues terá muitos desfalques para o clássico deste domingo, diante do Pelotas. Fabrício e Marquinhos, no departamento médico, Élton Corrêa, Luis Fernando, Guilherme e Nei, suspensos. Neto trabalhou forte durante a semana e pode ser uma das boas notícias do Fantasma. A outra boa notícia é a volta de Vágson e André Bagé, jogadores de marcação que fizeram muita falta na Boca do Lobo, na derrota do último domingo. O artilheiro do Farroupilha na segunda fase, Matão, é mais uma vez a esperança de gols do tricolor. Com três gols marcados em duas partidas, o atacante vai tentar manter a boa média. Em um duelo particular promovido pela mídia, Matão e o atacante do Pelotas, Sandro Sotilli, disputam a artilharia do clássico. Na primeira partida, 2 a 1 para o áureo-cerúleo. No clássico Far-Pel 193, Matão promete se esforçar para ao menos empatar a disputa, e é claro, com vitória do Fantasma. O técnico Alberi Rodrigues sabe da necessidade de vencer o Pelotas. Mesmo com o rival em ascensão, o Fantasma terá postura ofensiva. "Fizemos um bom primeiro tempo na Boca do Lobo, e um segundo tempo muito ruim. Não podemos deixar cair desse jeito", afirmou. Os desfalques atrapalharam a formação do time no último domingo. O fato de que uma equipe da segunda divisão não pode ter em campo mais do que três atletas que participaram da primeira divisão em campo ao mesmo tempo, também é um probema. Mesmo com todos os problemas, o Farroupilha promete que vai para cima, em busca do único resultado que lhe interessa: a vitória!
_
SERVIÇO DO JOGO
_
R$ 20,00 cadeira
R$ 10,00 arquibancada
R$ _5,00 idosos e estudantes
Os estudantes devem portar a carteira estudantil de 2008. Crianças com menos de 12 anos, devidamente acompanhadas por responsável, não pagam ingresso. Mulheres e sócios em dia também têm a entrada livre no estádio.
_
Uma das novidades para o Far-Pel 193, é a disponibilização das torcidas no estádio. A torcida visitante deve ocupar toda a arquibancada da Avenida Duque de Caxias, enquanto a torcida tricolor ficará na arquibancada geral, paralela à rua Tenente Lira. Segundo o diretor de patrimônio do clube, César Lima, a mudança servirá para prevenir os atos de vandalismo ocorridos no último clássico, quando o alambrado foi danificado e a bandeira do Grêmio Atlético Farroupilha foi roubada do mastro postado junto a grade. Caso seja necessário, novos espaços serão abertos para a torcida do Pelotas, de acordo com a demanda de público que chegar ao estádio.
_
ACESSO
_
Torcedores do Pelotas entram pelo portão 1.
Torcedores do Farroupilha, pelo portão 3.
O portão 2 será destinado à entrada da ambulância.

sábado, 24 de maio de 2008

50 vezes Tricolor!

O Blog do Fantasma chega a sua postagem número 50! Um motivo de alegria para os idealizadores da assessoria de imprensa do clube mais simpático da cidade de Pelotas. A comunidade tricolor se vê representada neste blog, com informações sobre o time, sobre a história e sobre as ações do Grêmio Atlético Farroupilha, dentro e fora do estádio General Nicolau Fico. Aqui já foram mostradas as obras realizadas pelos voluntários tricolores, que demonstram seu amor pelo clube ajudando das mais variadas formas; a história de um dos maiores ídolos da história do Farroupilha, o eterno Cardeal; a visão de uma célebre torcedora sobre o título inesquecível de 1935; entre outros pontos abordados, que somente engrandecem a nossa agremiação, ratificando sua importância na história do futebol no estado do Rio Grande do Sul.
_
Aqui, fica registrada a nossa parabenização a todos os tricolores, e também a todos os simpatizantes do clube. Gostaríamos também de deixar nosso agradecimento ao Coronel Ewaldo Poeta, que nos permitiu a realização deste projeto junto ao clube, à imprensa esportiva de Pelotas, que - sempre que possível - divulgou o nosso trabalho, ao grupo de jogadores, que nos recebeu de forma exemplar e supriu nossas necessidades de informação sempre que acionados, e a todos os que acessam este blog. 50 vezes, muito obrigado!
_
_
Assessoria de imprensa
Grêmio Atlético Farroupilha

terça-feira, 20 de maio de 2008

Tricolor na Fenadoce

Em reunião realizada ontem (19) na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), foi assinado o termo que oficializa a participação do trio pelotense de futebol profissional na 16ª edição da Feira Nacional do Doce. Grêmio Atlético Farroupilha, Esporte Clube Pelotas e Grêmio Esportivo Brasil terão estandes nesta edição da Feira, nos quais poderão comercializar produtos referentes aos clubes, com o objetivo de arrecadar renda. Participaram da reunião o presidente do Farroupilha, Ewaldo Poeta, o presidente do Brasil, Hélder Lopes, e o presidente do Pelotas, Alcir Nunes, além do presidente recém-eleito do CDL, Ricardo Jouglard, e do dirigente áureo-cerúleo Luiz Antônio de Mello Aleixo.
_
Ficou definido que cada time terá seu próprio estande, com seis metros quadrados de área. Os estandes dos clubes ficarão localizados próximo ao tradicional MotorShow. Os torcedores de Pelotas e outras localidades poderão levar para casa artigos e mercadorias com a identificação dos times. A iniciativa foi do diretor responsável pelo planejamento e pelas promoções do CDL. Sylvio Balverdú criou a idéia com a finalidade de incentivar, valorizar e divulgar os clubes de futebol locais. A expectativa é de que os clubes pelotenses possam ser mais conhecidos no Brasil, e também em países do Mercosul, devido a grande abrangência de público da Fenadoce. Deverão ser comercializados nas bancas bótons, camisetas, bonés, canecas, adesivos, entre outros produtos identificados com o distintivo das três equipes. Os presidentes dos clubes aceitaram muito bem a idéia, e aproveitaram para convidar toda a comitiva da Feira para participar dos jogos. Ao que tudo indica, a divulgação deve começar no Far-Pel do próximo domingo, no estádio General Nicolau Fico, no Fragata. A 16ª Fenadoce vai de 4 a 22 de junho.
_
_
Fotos: Carlos Queiroz - DP

domingo, 18 de maio de 2008

Pelotas 3 x 1 Farroupilha

18.05 - Pelotas 3 x 1 Farroupilha
_
O Farroupilha bem que tentou. Se impôs ao Pelotas no primeiro tempo, foi valente, jogou no ataque a maioria do tempo e chegou a abrir o placar, mas saiu da Boca do Lobo sem somar pontos neste domingo. Em um jogo brigado, o tricolor começou melhor. Matão, em duas tentativas, quase marcou, ainda antes dos 10 minutos. O Pelotas chegou com Marcos Tora, que chutou por cima. Não demorou muito e a insistência do camisa 9 tricolor deu resultado. Aos 17 minutos, Uendel faz grande jogada, toca para Élton Corrêa que encontra Matão na área. O atacante se livra da marcação e bate no canto, sem chances para o goleiro Cássio. Com o gol, o tricolor acabou relaxando, e o Pelotas foi para cima. Fernando brilhou em duas oportunidades, evitando o empate do áureo-cerúleo. Aos 34 minutos, o goleiro ratificou sua boa fase operando mais um milagre, evitando o gol de Tora. Em cobrança de escanteio, aos 40 minutos, uma falha de marcação acabou deixando Sandro Sotilli livre para chutar antes da bola tocar o chão: 1 a 1, placar do primeiro tempo.
_
Na segunda etapa, o Farroupilha voltou sem Gil, que sentiu novamente o tornozelo. Brochi entrou na lateral. Aos 14 minutos, Sotilli avançou e lançou Marcos Tora, mas Fernando salvou o Farroupilha segurando a bola nos pés do jogador do Pelotas. Matão ficou isolado no ataque e não teve a mesma atuação do primeiro tempo. Enquanto o técnico Alberi tentava reorganizar a equipe, o Pelotas continuou melhor e aos 19 minutos, Júlio entrou na área e foi agarrado por Brochi. Na cobrança, Sotilli fez o gol da virada. Flavinho ainda tentou de fora da área, aos 24 minutos, mas Cássio desviou para o escanteio. Com meia-hora de jogo no segundo tempo, Júlio avançou pela direita, passou fácil por Brochi e cruzou para a área. A bola desviou em Luis Fernando e enganou o goleiro Fernando. Pelotas 3 a 1, placar final. Ao final da partida o técnico Alberi Rodrigues disse aos repórteres que teve problemas para armar a equipe devido aos desfalques. Para o Far-Pel 193, os desfalques novamente serão um problema. A boa notícia é a volta de Vágson e André Bagé, que cumpriram suspensão neste clássico.
_
CLASSIFICAÇÃO
_
A derrota fez o Farroupilha cair para a 7ª posição na tabela. O próximo jogo do Fantasma é o clássico Far-Pel no Nicolau Fico, na abertura do returno. Para o jogo em casa, o Farroupilha não poderá contar com Guilherme, Élton Corrêa e Luis Fernando. O zagueiro foi expulso no clássico da Boca do Lobo, e os outros dois jogadores receberam ontem o terceiro cartão amarelo. Além dos suspensos, Neto também deve desfalcar o tricolor. Gil é dúvida e Nei ainda tem que cumprir mais dois jogos pela punição sofrida na Federação.
_
Confira a classificação da Chave 6 aqui.
_
DESTAQUES
_
Pelo lado do Fantasma, os destaques foram Igor e Fernando. Igor correu e brigou pela bola durante toda a partida. Jogou o primeiro tempo como lateral e foi improvisado em outras funções durante a segunda etapa, sempre jogando bem. Fernando mais uma vez dispensou comentários. A série de defesas praticadas pelo goleiro evitou que o placar fosse ainda pior para o tricolor. O goleiro Fernando Ávila, de 23 anos, está no Grêmio Atlético Farroupilha por empréstimo. Ele pertence ao Esporte Clube Pelotas, clube que defendeu apenas em uma oportunidade, na qual defendeu pênalti e garantiu a vitória da equipe. A grande atuação de ontem rendeu a Fernando aplausos da torcida tricolor, cumprimentos dos colegas, e até mesmo o carinho de um jovem torcedor áureo-cerúleo. Ao se encaminhar para o vestiário, no final da partida, Fernando recebeu o pedido de um autógrafo na camisa do Pelotas de um menino. O reconhecimento merecido pelo o trabalho realizado.
_
Confira os gols do clássico Far-Pel 192.
_
video
_
Caso o vídeo não reproduza, clique aqui para vê-lo no Youtube.

sábado, 17 de maio de 2008

Far-Pel 192

Para o clássico Far-Pel 192, Alberi Rodrigues não poderá contar com André Bagé e Vágson, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, Gil e Neto, que voltaram a sentir a lesão, e Nei, que foi julgado e condenado a três jogos de suspensão por uma expulsão ainda na primeira fase. Fabrício ainda não retornou de Ibirubá, onde foi ver a família e se recuperar da cirurgia no joelho direito. Na equipe titular do clássico, o atleta Igor, que na última partida saiu de campo com muita dor, após receber forte pancada na perna direita, está recuperado e é titular contra o Pelotas. No lance, o zagueiro do Guarani de Venâncio Aires chutou o lateral e puxou sua camisa (foto*). Igor saiu do gramado carregado pela maca e não conseguiu voltar ao jogo, mas a arbitragem marcou apenas escanteio para o tricolor do fragata.
Igor vem se destacando na lateral esquerda, mas na ausência de algum companheiro pode jogar - como já o fez - improvisado no meio-campo. Além de ser um dos jogadores mais regulares no elenco tricolor, ele é jovem e rápido, o que lhe garante uma boa movimentação no campo. No jogo contra o Guarani, Igor quase marcou o seu primeiro gol pelo tricolor. Depois do cruzamento de Manga para Matão, a bola sobrou para o lateral, que acabou chutando por cima. Dos zagueiros de ofício, apenas Guilherme estará em campo. A boa notícia para o clássico é o retorno de Flavinho, que cumpriu suspensão contra o Guarani. Matão deverá ser titular novamente, tendo Manga ou Brochi como parceiro para formar a dupla de ataque. Fábio Alemão, por ser um jogador rápido, pode ser uma boa opção para o decorrer da partida.
_
ARTILHARIA
_
Alemão é o artilheiro da equipe, junto com Élton Corrêa. Foi de Élton o gol do Farroupilha no clássico da Boca do Lobo, na primeira fase, quando passou a bola por entre as pernas de Diego Eli e chutou sem chances para o goleiro Cássio. Élton ainda não marcou gols de falta neste campeonato, mas é um exímio cobrador, e a bola parada pode ser uma arma na partida deste domingo. Matão também pode desequilibrar, como fez na quarta-feira, na sua partida de estréia. Confira a artilharia do Fantasma no campeonato:
_
Grêmio Atlético Farroupilha - 18 gols marcados
_
Fábio Alemão e Élton Corrêa (5 gols) Matão (2 gols)
Uendel, Gil, André Bagé, Guilherme, Brochi e Luis Fernando (1 gol)
_
Na segunda fase, o artilheiro da equipe é o atacante Matão.
Com os dois gols marcados na sua estréia, ele é uma esperança de gols para o clássico.
_
_
_
*Foto: José Pacheco

quinta-feira, 15 de maio de 2008

O Camisa 1

No começo, uma vitória completa, com direito até a defesa de pênalti. Depois, falhas que o levaram ao banco de reservas. Para quem achava que Fernando não voltaria ao gol do tricolor, a resposta está sendo dada a cada partida. Fernando veio do Pelotas por empréstimo, onde jogou apenas um jogo, no qual defendeu uma penalidade. Na partida contra o São Gabriel, ele voltou à titularidade. Em Rio Grande, o goleiro foi traído pela bola, e foi novamente alvo de críticas. Com a chegada de Alberi Rodrigues ao clube, Fernando ganhou nova chance. Com duas partidas muito boas, ele vem sendo sinônimo de segurança no sistema defensivo do Fantasma. No empate contra o Avenida, Fernando fez boas defesas e saiu do gol com segurança. Chegou a se ferir em lance com um atacante adversário, e continuou na partida com a cabeça enfaixada. Na vitória de quarta-feira, contra o líder Guarani de Venâncio Aires, mais uma vez o arqueiro fez boa partida. No primeiro tempo, garantiu a igualdade no placar com defesas importantes, e na segunda etapa quase evitou o gol de pênalti do atacante Japa, que só conseguiu marcar no rebote (foto). Fernando é um dos símbolos da recuperação do Grêmio Atlético Farroupilha na segunda fase da Segundona Gaúcha.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Farroupilha 3 x 2 Guarani-VA

14.05 - Farroupilha 3 x 2 Guarani-VA
_
Em uma tarde de muita garra e vibração no estádio Nicolau Fico, o Grêmio Atlético Farroupilha venceu o líder Guarani de Venâncio Aires por 3 a 2. O atacante Matão começou como titular com a camisa número 9. Ele foi um dos destaques da vitória tricolor. O Farroupilha foi a campo com: Fernando; André Bagé, Gil, Igor e Guilherme; Vágson, Luis Fernando, Uendel e Élton Corrêa; Matão e Brochi. No decorrer da partida entraram Nei, Manga e Otávio. No primeiro tempo, o jogo foi morno. As chances começaram a aparecer depois dos 30 minutos, e mesmo assim, não foram lances de grande perigo.
_
No intervalo, Manga entrou no lugar de Gil e movimentou mais a partida. O Farroupilha foi para cima, mas foi o Guarani quem saiu na frente. Aos 5 minutos, Caçapava entrou na área pelo lado esquerdo e tocou para Diego Gaúcho, que bateu no cantinho, sem chances para Fernando. A resposta tricolor foi rápida. Dois minutos depois de levar o gol, depois de cruzamento de Manga, Élton Corrêa não alcançou a bola e Igor bateu por cima. Jogada confusa na frente da área do Guarani, Brochi deu um balão para cima e a arbitragem marcou impedimento de Manga, que completou para o gol, já com o lance anulado. Aos 11 minutos, Élton Corrêa recebeu a bola de Uendel na entrada da área, girou pra cima do zagueiro e tocou para Matão, na ponta direita da grande área, que tirou do zagueiro do lance e chutou no ângulo do goleiro. Golaço! Com o gol, o Farroupilha ganhou fôlego e se atirou para cima do Guarani buscando o segundo gol. Aos 13 minutos, Élton Corrêa cobrou falta, a bola desviou na barreira e Manga - novamente em impedimento - marcou. Outro lance anulado, para a reclamação da torcida tricolor. Aos 15, Manga acha Uendel livre de marcação. Ele entra na área e bate cruzado para grande defesa do goleiro Rodrigo. Pouco depois, Igor recebeu um chute na perna esquerda e saiu de campo lesionado para a entrada de Otávio. O juiz não marcou nada no lance, apenas escanteio no prosseguimento da jogada. Aos 20 minutos, em cobrança de falta, Cirilo chutou para boa defesa de Fernando, que mais uma vez fez boa partida.
_
Com 25 minutos de jogo no segundo tempo, finalmente a insistência dá resultado. Uendel faz grande jogada individual, passa pela marcação e chuta cruzado. A bola chega em Matão, que desvia para o gol, fazendo o vira-vira do Fantasma e coroando sua estréia. Logo em seguida, aos 31, o jogador do Guarani entra na área pela esquerda. Guilherme faz a cobertura, dá um carrinho, e o atleta rubro-negro se joga no chão. O árbitro marca a penalidade, que Japa converte no rebote de Fernando. Para quem pensava que o gol desmotivaria o tricolor, a resposta foi imediata. Élton Corrêa cobrou falta aos 33 minutos e Guilherme subiu para marcar o gol da vitória e do alívio do Farroupilha. No fim da partida, os jogadores foram até a torcida para agradecer o apoio e comemorar a importante vitória.
_
Vàgson foi um herói na marcação na partida contra o Guarani. Manga também foi destaque, tanto pelos lances dos gols anulados, quanto pela participação ativa durante todo o tempo em que esteve em campo. No finalzinho da partida, ele chegou até a área adversária duas vezes, aplicando dribles curtos e até um elástico na zaga adversária. Uendel participou de dois gols e teve uma atuação excepcional. Com a vitória de 3 a 2 sobre o líder do grupo, o Farroupilha subiu da última para a 4ª colocação. O tricolor mantém a posição pelo menos até hoje a noite, quando São Paulo e São Gabriel se enfrentam no estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande. No próximo domingo, o time comandado por Alberi Rodrigues enfrenta o Esporte Clube Pelotas, no estádio da Boca do Lobo. Para o clássico Far-Pel 192, o Farroupilha não poderá contar com Vágson e André Bagé, suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo.
_
Confira os gols da vitória tricolor.
_
video
_
Caso o vídeo não reproduza, clique aqui para vê-lo no Youtube.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Matão no ataque

Alberi Rodrigues pediu, e o Farroupilha atendeu. Alexandre Bernardes é o nome do novo atacante do Grêmio Atlético Farroupilha. Matão - como é conhecido - fica no clube até junho, quando viaja para seu novo clube, na Suécia. Edinho, que atuou pelo Juventus de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, chegou a ser mencionado nos planos do tricolor, mas a negociação não evoluiu. Paulista de Jaboticabal, Matão já é conhecido na cidade. O atacante atuou no Brasil de Pelotas em 2006, e depois passou pelo Juventude B. O atleta jogou o Gauchão deste ano pelo São José de Porto Alegre. Matão chegou a estar acertado com o São Paulo de Rio Grande para disputar a segunda fase da segundona, mas uma proposta da Europa acabou inviabilizando a contratação. Ontem chegou a confirmação de que a viagem de Matão para a Suécia será apenas no dia 9 de junho. A diretoria do Farroupilha entrou em contato com o jogador e contará com ele no plantel até esta data. Matão, de 22 anos, não chegou com 100% de suas condições, mas tem condições de jogar pelo menos 45 minutos. Hoje pela manhã o jogador se apresentou no clube e já treinou com os colegas de grupo. Amanhã, contra o líder Guarani de Venâncio Aires, no Nicolau Fico, Matão deve fazer sua estréia.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Farroupilha 1 x 1 Avenida

11.05 - Farroupilha 1 x 1 Avenida

Foi quase tudo certo. O ataque funcionou logo no início e a defesa esteve praticamente impecável durante quase todo o jogo. A postura do time mudou com a chegada de Alberi. Motivado, o Farroupilha entrou em campo com Fernando; Flavinho, Guilherme, Nei e Igor; Vágson, Luis Fernando, Manga e Élton Corrêa; Brochi e Uendel. O Avenida começou bem e logo no início lançou três bolas na área tricolor. O Farroupilha não se intimidou e deu o troco. Aos 9 minutos, em lance individual, Brochi recebeu a bola e deu um balão para cima na entrada da área. Sem desistir, pulou, brigou, ganhou e chutou para o gol. Primeiro gol dele com a camisa do Farrapo.
_
Com o placar favorável, o Farroupilha administrou o resultado durante o resto do primeiro tempo. Na segunda etapa, mais uma vez a equipe do técnico Alberi Rodrigues veio a campo com postura ofensiva. O problema foram as chances perdidas. Élton Corrêa entrou na área pela esquerda, deu o corte no zagueiro, mas não conseguiu chutar. Uendel brigou pela bola, entrou na área pela esquerda, mas chutou para fora. E assim sucessivamente. Na zaga, Guilherme fez uma partida tecnicamente perfeita. Marcou e anulou o atacante Adão do Avenida, e conseguiu comandar a defesa tricolor. No finalzinho da partida, Guilherme saiu com uma contratura na coxa. E quase aos 40 minutos, com o Fantasma sem o zagueiro Guilherme, o Avenida aproveitou o espaço e a falha da marcação para marcar de cabeça com D'Angelo. Depois disso, o Farroupilha ainda teve duas oportunidades. Primeiro, de fora da área. Depois com Fábio Alemão, livre, que acabou chutando para fora, na cara do goleiro Tigre. O placar ficou mesmo no 1 a 1, em um empate que seria com sabor de derrota pelas circunstâncias, mas que foi considerado um ponto importante, pela nova cara do Farroupilha, pela raça dos jogadores e pela estréia do novo treinador.
_
Fernando foi um dos destaques do tricolor no jogo deste domingo. Sem Fabrício, que operou o joelho na última terça-feira, Tainã ganhou oportunidade de ficar no banco. Fernando saiu seguro do gol nos lances aéreos, e ainda fez no mínimo uma defesa complicada, evitando o gol de empate do Avenida. Já no segundo tempo, em lance com o atacante Adão, Fernando recebeu uma pancada na cabeça e acabou com o supercílio esquerdo aberto. O goleiro jogou o segundo tempo praticamente inteiro com a cabeça enfaixada. No lance do gol da equipe de Santa Cruz, Fernando não teve culpa. No final do jogo, Fernando lamentou o empate no finalzinho, mas disse que a equipe de fato teve nova postura em campo e que agora deve trabalhar para conseguir a vitória na próxima quarta-feira, contra o Guarani de Venâncio Aires, no Nicolau Fico.
_
ARBITRAGEM
_
Neste domingo tão especial para as mulheres, dia das mães, quem chamou a atenção de quem foi ao estádio General Nicolau Fico foi a auxiliar de arbitragem Tatiana Jacques de Freitas. A bandeirinha gaúcha de 28 anos é natural de Torres, e ingressou no quadro de arbitragem da Federação Gaúcha de Futebol em 2006. Atua sempre como auxiliar nos campeonatos estaduais juvenil e júnior, além da Série B do Campeonato Gaúcho. Tatiana é formada em Educação Física e trabalha em academias. A auxiliar de arbitragem é filiada à Delegacia de Árbitros de Porto Alegre. Atualmente, apenas quatro mulheres trabalham na arbitragem em campeonatos oficiais promovidos pela Federação. Integrante do quadro de futebol feminino da Confederação Brasileira de Futebol - CBF - Tatiana admira a auxiliar de arbitragem Ana Paula de Oliveira e é fã do árbitro pelotense Leonardo Gaciba. Atuar no futebol, em um campeonato de segunda divisão gaúcha, no qual a pressão é constante e os ânimos são acirrados, não é nada fácil. No domingo de sol, com o estádio repleto de mulheres, Tatiana provou mais uma vez que a mulher está realmente inserida na sociedade atual, sem barreiras profissionais. Por outro lado, o árbitro da partida, Rogério Gonçalves, não teve boa atuação. Em vários lances acabou prejudicando o Farroupilha com marcações interpretadas erroneamente. O técnico Alberi Rodrigues disse no fim da partida que o árbitro cometeu muitos erros no decorrer dos 90 minutos. "Nenhum erro interferiu diretamente no resultado final do jogo, mas a arbitragem realmente não foi boa", afirmou o técnico.
_
_
Confira os gols da partida.
_
video
_
Caso o vídeo não reproduza, clique aqui para vê-lo no Youtube.

sábado, 10 de maio de 2008

Os lesionados

FABRÍCIO - Pelo menos quatro atletas desfalcam o tricolor no jogo de amanhã. O técnico Alberi Rodrigues, que chegou ao clube ontem pela manhã, não conta com Gil, Fabrício, Neto e Marquinhos. Os atletas já estão de fora há algumas rodadas e permanecem em tratamento. Na última terça-feira o goleiro Fabrício operou o joelho direito. Ele apresentava lesão no compartimento medial do joelho, o que comprometia a cápsula, o ligamento colateral e o menisco. A cirurgia foi realizada pelo Dr. José Raymundo. A previsão é de que em dois meses o atleta possa voltar a jogar normalmente. Ainda sem poder caminhar normalmente, Fabrício deve já neste fim de semana deixar as muletas de lado. Depois, o próximo passo é a fisioterapia, para depois enfim voltar aos gramados. Com a ausência de Fabrício, Fernando é o titular no gol. O goleiro Tainã fica no banco de reservas.
_
GIL - A situação de Gil também não é favorável. Depois da pancada no tornozelo que recebeu no final da partida contra o São Gabriel, ele desfalcou o time em Rio Grande nas duas últimas partidas. O atleta, que ainda sente dores para caminhar, não enfrenta o Avenida de Santa Cruz, amanhã à tarde, no estádio General Nicolau Fico, em Pelotas. Uma das opções para substituir Gil, que vem atuando na lateral esquerda, é colocar Flavinho no seu lugar, puxando Igor para o meio e promovendo a entrada de Otávio pelo lado direito.
_
MARQUINHOS - No jogo contra o Bagé, há um mês, Marquinhos sofreu uma torção no joelho. Depois da ressonância, o atleta também foi operado pelo Dr. José Raymundo. O caso de Marquinhos é mais complicado do que o do goleiro Fabrício. O problema foi nos ligamentos do joelho. A previsão de volta do jogador aos gramados é de seis a oito meses.
_
NETO - O zagueiro Neto é quem está fora há mais tempo. Depois da lesão sofrida contra o 14 de Julho de Livramento, o atleta ficou mais de duas semanas parado. Neto sofreu estiramento no músculo posterior da coxa direita, e foi constatado na ressonância que era uma lesão de nível dois. Na partida do dia 17 de abril, ainda na primeira fase, contra o São Paulo, Neto retornou ao time, mas foi substituído no intervalo com dores na perna. Depois de mais duas semanas parado, Neto tentou voltar contra o São Gabriel, mas saiu antes dos 30 minutos do primeiro tempo, sentindo novamente a lesão. Desde então, o atleta tem aprimorado os exercícios físicos na academia. O substituto de Neto no Farroupilha vem sendo naturalmente o jovem zagueiro Guilherme. Durante o treino de hoje, Neto correu em volta do gramado e diz que já está se sentindo melhor. Depois da corrida, o zagueiro disse que "a dor no músculo agora é cansaço, a lesão já está melhor". A previsão de Neto para voltar ao time é de mais oito dias. Sendo assim, o zagueiro que é importante para o sistema tricolor deve retornar contra o Pelotas, no jogo do próximo fim de semana, no estádio da Boca do Lobo. "Para o clássico, devo estar totalmente recuperado", afirmou.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Bra-Far Juvenil

Ontem a tarde foi de futebol no estádio Bento Freita. O Farroupilha enfrentou o Brasil, em clássico Bra-Far válido pelo estadual da categoria juvenil. O time comandado pelo técnico Chapolin (foto) já havia vencido o Pelotas na última semana no Nicolau Fico por 1 a 0, e não se intimidou diante do Xavante, mesmo na casa do adversário. Com três gols de Wélton, um dos destaques da equipe, o tricolor fez 3 a 2 no rubro-negro e venceu o segundo clássico seguido. O único fato lamentável da tarde ensolarada desta quinta-feira foi o princípio de tumulto entre alguns torcedores na arquibancada, mas nada que tirasse o brilho de mais uma vitória tricolor.
_
Veja um dos gols de Wélton.
Brasil 2 x 3 Farroupilha
_
video

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Alberi Rodrigues assume

Eduardo Pereira não é mais o técnico do Grêmio Atlético Farroupilha. Depois da derrota em Rio Grande, ele se reuniu com o presidente do clube, Coronel Ewaldo Poeta, e com Éber Morales, e deixou o cargo à disposição. Com o desligamento de Eduardo Pereira, o preparador físico Inácio Crochemore, o auxiliar técnico Eugênio Lopes e o treinador de goleiros Janir Goularte também deixam o clube. Ao contrário do que era especulado, os nomes de Edinho, Suca e Vacaria foram superados pelo técnico que comandou a última derrota do Fantasma na competição. Amanhã, assume o comando da equipe o treinador Alberi Rodrigues. O novo comandante vem do Sport Club Rio Grande, e se apresenta amanhã no estádio Nicolau Fico. O treinador de 42 anos atuou como jogador antes de seguir a carreira de técnico. Desde 1992, o gaúcho Alberi Rodrigues trabalhava profissionalmente no futebol da Guatemala, até receber o convite para a assumir o comando técnico do Rio Grande, no início de 2008.

- Atividades profissionais como atleta
_
Associação Chapecoense (SC)
Figueirense Futebol Clube (SC)
Ypiranga de Erechim (RS)
Novo Hamburgo (RS)
Juventus Atlético Clube (SP)
Contulan Rheylegimann Ray (Finlândia)
Atlético Marte Árabe (El Salvador)
Deportivo Sacachispas (Guatemala)
Deportivo Mictlán (Guatemala)
Deportivo Vida (Honduras)
São Luiz de Ijuí (RS)
Brasil de Farroupilha (RS)
Blumenau (SC)
_
- Atividades profissionais como treinador

Deportivo Zacapa (Guatemala) – Campeão da Primeira Divisão
Deportivo Camotan (Guatemala) – Campeão da Segunda Divisão
Deportivo Sacachispas (Guatemala) – 7º Posição da Primeira Divisão
Deportivo Jocotan (Guatemala) – 5ª Posição da Segunda Divisão
Deportivo Karkaj Municipalidad (Guatemala) – Campeão da Segunda Divisão
Clube Deportivo Sacachispas (Guatemala) – Campeão Primeira Divisão
Clube Deportivo San Benito (Guatemala) – Campeão da Primeira Divisão
Sport Club Rio Grande (RS)
_
CLASSIFICAÇÃO
_
Com a vitória do Pelotas sobre o São Paulo de Rio Grande por 2 a 0 ontem na Boca do Lobo, o Farroupilha caiu para a última posição. Com três pontos em quatro jogos, o Fantasma tem cinco pontos a menos que o líder, Guarani de Venâncio Aires.
_

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Rio Grande 2 x 0 Farroupilha

07.05 - Rio Grande 2 x 0 Farroupilha

O Farroupilha enfrentou o Rio Grande no estádio Arthur Lawson na tarde ensolarada desta quarta-feira. O jogo foi válido pela quarta rodada da segunda fase da Segundona Gaúcha. Mais uma vez, o Fantasma criou várias chances de gol, mas sem resultado. Aos 37 minutos, o Rio Grande tentou com Edimário, a bola acabou tocando no gramado e enganando o goleiro Fernando. Com o placar desfavorável, o Farroupilha continuou atacando. No entanto, Edimário novamente, aos 45 minutos do primeiro tempo, marcou o segundo gol dele no jogo, e segundo do Rio Grande. No segundo tempo o Farroupilha voltou com uma postura diferente, mas sempre tentando diminuir a vantagem do Vovô. Infelizmente, o ataque tricolor não conseguiu mandar a bola para a rede e o jogo acabou com o placar de 2 a 0 para o Rio Grande. Para o próximo jogo, diante do Avenida, o Farroupilha não conta com André Bagé, expulso no jogo de hoje. Élton Corrêa, um dos artilheiros do Farroupilha no campeonato, foi poupado na partida contra o Rio Grande, mas deve retornar no próximo domingo. Com três derrotas em quatro jogos, o Tricolor ocupa a penúltima colocação na chave, a frente apenas do Pelotas, que joga hoje à noite contra o São Paulo, na Boca do Lobo.
_
COMISSÃO TÉCNICA
_
Eduardo Pereira, muito abatido e indignado depois da derrota em Rio Grande, falou aos repórteres das rádios pelotenses que ainda hoje se reunirá com o presidente do Grêmio Atlético Farroupilha, Coronel Ewaldo Poeta, e com o dirigente Éber Morales. A intenção de Eduardo pode ser deixar o comando técnico da equipe. Com a saída de Eduardo, é possível que o preparador físico Inácio, o auxiliar técnico Eugênio e o treinador de goleiros Janir, também deixem o clube. Até o momento, foram falados os nomes de Toquinho, Suca e Géverton Duarte caso se confirme a saída do treinador. A direção afirma que nenhum nome é oficial, e que Eduardo Pereira só deixa o Farroupilha por vontade própria.
_
Confira os gols.
_
video
_
Caso o vídeo não reproduza, clique aqui para vê-lo no Youtube.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

O Eterno Cardeal

O editor executivo de esportes e colunista do jornal Zero Hora, David Coimbra - que também é comentarista da TVCom -escreveu no dia 20 de abril, na página número 49 da ZH, um texto referente à Cardeal, um dos heróis do título do Fantasma de Campeão Farroupilha de 1935. O texto, que também pode ser lido em seu blog pessoal, conta sobre os feitos deste jogador, que chamava a atenção de todos os que o assistiam jogar.
_
Sezefredo Costa (foto), o Cardeal, despontou para o Brasil e para a América do Sul, quando deu ao seu clube de coração, o antigo Regimento de Pelotas, o campeonato estadual do ano de 1935, derrotando o Grêmio na capital. Depois Cardeal partiu, convocado para comandar o ataque da Seleção Brasileira, em 1937, brilhando no Sul-Americano.
_
Segue abaixo, o texto de David Coimbra:
_
Cardeal não precisava correr
_
O Cardeal não tinha um pulmão. Arrancaram-no durante uma cirurgia de combate à tuberculose ou outra doença tão terrível quanto. Bem ruim uma pessoa não ter um pulmão, pior ainda para Cardeal, que era centroavante. Jogou em Pelotas nos albores do século passado, que tão distante já se vai. Tornou-se uma lenda que respirava e calçava botinas. Quem o viu em campo jura jamais ter existido centroavante como Cardeal. Mais tarde, o Fluminense o contratou e também no Rio Cardeal foi venerado como um semideus, como um Hércules, um Maciste.
_
Ouvi falar de muitos jogadores como Cardeal, dos quais seus contemporâneos asseguravam, dedo em riste, queixo erguido;
_
- Melhor que Pelé!
_
Houve muitos desses: Friedenreich, Leônidas, Zizinho, Gessy Lima. Muitos. Mas ninguém, como Cardeal, jogou com um único pulmão arfando no peito.
_
É assim que contam como Cardeal jogava: impossibilitado de correr, ele com seu pulmão solitário, ficava parado nas imediações da meia-lua, debaixo de seu boné vermelho que lhe rendeu o apelido. Não participava do jogo, o Cardeal; assistia-o. A bola corria para lá, para cá, e ele parado, olhando, fincado na grama, meio desinteressado. Seu marcador se aborrecia de ficar ao lado dele. Ali nada acontecia, ali era como se o tempo fosse o tempo pastoso do pesadelo.
_
Mas, de repente, a bola chegava ao pé do Cardeal. E ele, estivesse onde estivesse, procedia sempre da mesma forma: girava o corpo de modo a posicionar-se mais ou menos de frente para a goleira e, num toque macio, de chapa, com a parte interna do pé, com aquele ossinho que se projeta ao lado do dedão, batia embaixo da bola, que subia devagar, mansinha, aparentemente dócil e afeita à defesa, só que, eis a malícia, eis a picardia, dois centímetros longe do alcance do goleiro. De alguma maneira o Cardeal, num átimo de segundo, calculava a posição do goleiro, a sua própria posição no gramado, a velocidade da bola, e tocava nela com tal maestria que ela voava em curva na direção inexorável do ângulo, e entrava, entrava sempre, gol do Cardeal.
_
Sempre penso no Cardeal, quando surgem essas notícias de doping. Porque o doping pode fazer correr, mas fará jogar? A química ainda não descobriu substância que ensine um gaiato a bater na bola, ainda não descobriu uma droga que faça um perna-de-pau transformar-se em um Cardeal
_
Imagem: Arte ZH

domingo, 4 de maio de 2008

São Paulo 1 x 0 Farroupilha

04.05 - São Paulo 1 x 0 Farroupilha

Mais uma vez a bola parada. O Farroupilha foi valente e atacou o São Paulo do início ao fim, mas em um lance isolado, em uma cobrança de escanteio, Leandro Guerreiro fez de cabeça o único gol do jogo. Na comemoração, o atacante mandou "bananas" em direção à própria torcida, em um gesto ainda sem explicação (confira no vídeo). O gol da vitória do São Paulo foi marcado já nos acréscimos da primeira etapa. No intervalo, em entrevista às rádios de Pelotas, o preparador físico Inácio Crochemore e o técnico Eduardo Pereira reclamaram muito da arbitragem confusa do gaúcho Claus Matzenbacher. "Em muitas jogadas, ele (o árbitro) assinalava a falta pra nós, aí os jogadores do São Paulo iam pra cima e ele invertia a marcação!", disseram. No fim da partida, o atleta Igor, que jogou como meio-campo devido à ausência de Gil, disse que de nada adianta culpar o gramado, mas as condições do estádio Aldo Dapuzzo eram realmente inaceitáveis.
_
Com a derrota, o Farroupilha manteve a 6ª colocação, ainda a frente de Pelotas e Rio Grande. A equipe áureo-cerúlea tem uma partida a menos que o Fantasma, já que teve seu jogo transferido em função das fortes chuvas na cidade de Pelotas. A liderança ainda é do Guarani de Venâncio Aires, que hoje venceu o São Gabriel por 4 a 0. O líder tem 7 pontos, 4 a mais que o Tricolor. O Farroupilha tem o mesmo número de pontos do Riograndense, que ocupa a quarta posição e seria o dono da última vaga da chave, caso a segunda fase do campeonato acabasse neste final de semana. Na quarta-feira o Farroupilha volta à Rio Grande, desta vez para enfrentar o Rio Grande, atual lanterna do grupo. O próximo compromisso do Fantasma em casa será no próximo domingo, dia 11, contra o Avenida de Santa Cruz.
_
Confira o gol da vitória do São Paulo.
_
video
_
Caso o vídeo não reproduza, clique aqui para vê-lo no Youtube.

sábado, 3 de maio de 2008

Desfalque em Rio Grande

Além de Neto, que sentiu de novo a lesão no músculo posterior da coxa direita, o Farroupilha pode jogar amanhã em Rio Grande sem outro jogador importante. Gil, que vem sendo aproveitado pelo treinador na lateral esquerda, levou uma pancada em disputa de bola no feriado, contra o São Gabriel, e ainda não está totalmente recuperado. O tornozelo do atleta ainda está inchado, o que pode deixá-lo fora do jogo. A jogada foi pelo lado direito do ataque tricolor. O atleta adversário acabou chutando o jogador do Fantasma, que teve que continuar na partida mesmo mancando, pois Eduardo Pereira já havia feito as três substituições permitidas. Caso Gil não possa entrar em campo, Flavinho deve entrar no seu lugar. Com a mudança, Igor pode ser aproveitado no meio-campo, deixando a lateral esquerda para Otávio fazer sua estréia com a camisa tricolor. Otávio começou no mundo da bola jogando no futebol de salão do clube Brilhante, e disputou a primeira divisão deste ano pelo São José de Porto Alegre.
_
O jogo entre Farroupilha e São Paulo é amanhã, em Rio Grande, no estádio Aldo Dapuzzo.

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Farroupilha 2 x 1 São Gabriel

01.05 - Farroupilha 2 x 1 São Gabriel

No dia do trabalhador, o Farroupilha conseguiu trabalhar melhor do que o adversário, o São Gabriel. Em um começo de jogo fulminante, o Farroupilha abriu dois gols de vantagem. Aos 13 minutos, Luis Fernando recebeu a bola de Élton Corrêa e chutou da intermediária para marcar um golaço. Primeiro gol dele com a camisa tricolor. Mesmo com a vantagem, o Farroupilha seguiu no ataque, e três minutos depois Vágson lançou a bola na direção de Fábio Alemão, que de cabeça escorou para Élton Corrêa marcar na saída do goleiro. Foi o quinto gol de Élton Corrêa, que divide a artilharia do time com Fábio Alemão. Após a segunda rodada, pelo número de pontos o Farroupilha divide a 2ª colocação do grupo com Avenida, São Paulo, Riograndense e São Gabriel. Pelo saldo de gols, o Fantasma fica em 6º, a frente de Pelotas e Rio Grande. O próximo compromisso do Tricolor é contra o São Paulo no domingo. O jogo é em Rio Grande, no estádio Aldo Dapuzzo.
_
A baixa da equipe foi novamente o zagueiro Neto. Ele voltou a sentir a lesão que o deixou mais de duas semanas fora do time. As boas notícias foram Otávio - opção no banco de reservas - e Fernando, voltando á titularidade, que teve boa atuação._
_
Confira os gols da vitória do Tricolor.
_
video
_
Caso o vídeo não reproduza, clique aqui para vê-lo no Youtube.